Quem pedala no Brasil? Saiba mais sobre o uso da bike no país.

//Quem pedala no Brasil? Saiba mais sobre o uso da bike no país.

Quem pedala no Brasil? Saiba mais sobre o uso da bike no país.

Você conhece o perfil do ciclista brasileiro? Uma pesquisa realizada em 10 cidades do país revelou dados importantes para quem já investe ou planeja investir no setor do ciclismo.

Questões como mobilidade urbana, poluição de grandes centros urbanos e iniciativas para um consumo mais sustentável de energia e combustíveis não são pautas novas para ninguém. Não é de hoje que esses assuntos vêm ganhando cada vez mais importância, principalmente com o crescimento acelerado da população, e, consequentemente, do número de carros e motos nas ruas.

Porém, mesmo com o aumento de veículos motorizados circulando na ruas, as bicicletas vêm conquistando cada vez mais espaço. E já são maioria entre os brasileiros, superando a quantidade de carros em mais de 20 milhões (70 milhões de bike contra 50 milhões de carros), segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Gráfico que mostra os motivos escolhidos para o uso da bicicleta.

Mas quem são esses ciclistas que estão ocupando as ciclovias e colaborando para um trânsito mais limpo e uma cidade mais saudável? Uma pesquisa realizada no segundo semestre de 2015, pela ONG Transporte Ativo, em parceria com a Pesquisa Nacional pela Mobilidade Urbana, uniu dados de mais de 5.000 ciclistas de 10 cidades do Brasil: Aracaju, Belo Horizonte, Brasília, Porto Alegre, Manaus, Niterói, Recife, Rio de Janeiro, Salvador, São Paulo e Rio de Janeiro.

Dos 5.012 ciclistas entrevistados, 28% informaram que utilizam a bicicleta todos os dias da semana, e 31% afirmaram fazer uso do veículo pelo menos cinco vezes na semana. Entre os principais motivos, o fato da bike ser rápida e prática é o que mais se destaca, com 43% dos votos. Questões de saúde ficaram com 24%, enquanto a economia no bolso conquistou apenas 20% dos ciclistas.

Apesar da alta adesão da bicicleta como meio de transporte, o respeito dos motoristas é o principal obstáculo enfrentado por quem escolheu esse estilo de vida, obtendo quase 35% dos votos. Ao contrário do que diria o senso comum, a falta de ciclovias e infraestrutura precária não ficaram em primeiro em lugar, mas em segundo, com 27% dos votos dos ciclistas que participaram da pesquisa.

Na questão da idade, os jovens adultos lideram o ranking do uso da bicicleta como meio de transporte.  34% dos ciclistas têm entre 25 e 34 anos, enquanto 24% tem de 35 a 44 anos, e apenas 14% ficam entre 45 e 54 anos. Crianças, adolescentes e terceira idade não somam grande parte dos entrevistados.

Para saber os resultados completos da pesquisa, acesse http://www.ta.org.br/perfil/ciclista.pdf

2018-06-27T10:46:59+00:00
Ao usar este site, você concorda com nossa Política de Privacidade Ok